Curso ECF – Escrituração Contábil Fiscal – 100% Prático no PVA com uso de notebook pelo participante (presumido, real e imunes ou isentas)


ECF – Escrituração Contábil Fiscal – 100% Prático no PVA com uso de notebook pelo participante (presumido, real e imunes ou isentas)

Objetivos:

 

Demonstrar, na prática, as informações pertinentes à ECF, mediante importação e por criação direta no PVA com edição de dados.

 ** O PARTICIPANTE DEVERÁ TRAZER SEU NOTEBOOK PARA TRABALHAR NA PRÁTICA OS PROCESSOS DE IMPORTAÇÃO DE ARQUIVO TEXTO E EDIÇÃO DE INFORMAÇÕES NO PVA DA ECF E RECUPERAÇÃO DE DADOS DA ECD **

 

Público Alvo:

 

Contadores, gerentes ou coordenadores, analistas e assistentes das áreas contábil e/ou tributária.

Nível: Intermediário. Pré-requisito: conhecimentos sobre apuração do IRPJ e CSLL, curso e/ou experiência com ECD (Sped Contábil).

Metodologia: desenvolvimento de exemplos práticos pelos participantes, sob orientação do facilitador, validação das escriturações de imune/isenta de IRPJ e de lucro presumido e enfoque nos ajustes do Lalur – Livro de Apuração do Lucro Real. Trazer notebook com PVA da ECF instalado.

Programa:

 

1 - ECF de imune/isenta desobrigada da apuração do IRPJ e da CSLL

1.1 - Criação no PVA, edição e validação – exemplo sem ECD 

2 - ECF de lucro presumido

2.1 - Importação de arquivo TXT

2.2 - Criação no PVA

2.2.1 – Forma de escrituração “L” (se admitida)

2.2.2 – Forma de escrituração “C”

2.3 - Recuperação da ECD

2.4 - Apuração do IRPJ e da CSLL

2.4.1 – Registros P200 a P500 – base e cálculo do IRPJ e da CSLL presumidos

2.5 - Validações relativas à receita bruta e dedução de retenções na fonte

2.5.1 – Cruzamentos entre os registros P200, P150 e Y540

2.6 - Registros obrigatórios do bloco Y (Y540, Y570, Y600 e Y672) 

3 - ECF de lucro real

3.1 - Recuperação de saldos da ECF anterior

3.2 - Registro L210 - Composição de custos

3.3 - Tipos de relacionamento da Parte A do Lalur/Lacs

3.3.1 - Exercício prático da Parte A com os tipos de relacionamento 2 e 4

3.3.2 - Criação de contas da Parte B e movimentação na Parte A (tipo de relacionamento 1)

3.3.3 - Exemplo de adição com o tipo de relacionamento 3

3.4 - Movimentações na Parte B sem reflexos na Parte A

3.4.1 – Prejuízo fiscal de IRPJ e/ou base de cálculo negativa de CSLL gerados no período de apuração

3.5 - Compensação de prejuízos fiscais e/ou de base de cálculo negativa da CSLL

3.6 – Preenchimento do Cálculo do IRPJ e da CSLL – bloco “N”

3.6.1 – Informação das retenções deduzidas nas antecipações mensais e preenchimento da apuração definitiva (anual)

3.7 - Cooperativas e atividade rural – comentários quanto ao correto mapeamento do plano referencial e ajustes no Lalur/Lacs.

 

FICOU COM DÚVIDAS?

Édison aguarda seu contato.

 

CONHEÇA NOSSOS OUTROS CURSOS - ÉDISON REMI PINZON